Luiza Sampaio em Versos

Para viver é preciso sonhar e amar!

Áudios

TELA NUA
Data: 27/09/2008
Créditos:
TELA NUA - Luiza Sampaio
Voz - Marcos Sérgio T. Lopes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Luiza Sampaio e o site www.luizasampaio.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.









TELA NUA

 


  
Imagens a rodopiar em pensamentos múltiplos
surgem diante de mim galopantes
 
Secretos momentos de apaixonados amantes
gravados em negro granito com zêlo polido
 
Palavras que ecoam, por vezes, sem sentido
são definitivamente insanas e arrogantes
 
Sons distantes chegam provocantes
o aroma que sinto é teu e nada excitante
 
Pego a pena e escrevo um verso delirante
a inspiração não se completa, é claudicante
 
Pego o pincel e na tela nua desenho o nada
riscos inseguros revelam um prazer inexistente
 
A quimérica forma não pode ser retratada
Constato que, na essência, a vida é transparente






Enviado por Luiza Sampaio em 07/04/2008

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Luiza Sampaio e o site www.luizasampaio.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras