Luiza Sampaio em Versos

Para viver é preciso sonhar e amar!

Áudios

LIBERTAÇÃO
Data: 27/09/2008
Créditos:
LIBERTAÇÃO - Luiza Sampaio
Voz - Marcos Sérgio T. Lopes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Luiza Sampaio e o site www.luizasampaio.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.










LIBERTAÇÃO





Busca da tua alma a libertação
Arromba as pesadas portas do infinito
Trancas de aço que te calam
Grita e foge da inexorável destruição
 
 
A noite chega e seu manto alcança
Muitos versos espalhados pelo chão
Vozes não se ouvem, o silêncio se fez
Estático o tempo espera a sua vez
 
 
Estrelas trazem a esperança
Afagam a boca que não mais sorri
Morada pretérita do fácil riso
Estendido resta o corpo no gélido piso
 
 
A lua aflita por justiça clama
Ergue-se no presente poderosa chama
É o sol que aquece o pranteado leito
Novos sonhos surgem exigindo respeito 
 






Enviado por Luiza Sampaio em 10/06/2008

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Luiza Sampaio e o site www.luizasampaio.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras