Luiza Sampaio em Versos

Para viver é preciso sonhar e amar!

Áudios

AGORA É TARDE
Data: 27/09/2008
Créditos:
AGORA É TARDE - Luiza Sampaio
Voz - Marcos Sérgio T. Lopes
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Luiza Sampaio e o site www.luizasampaio.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

 





 


AGORA É TARDE
 
 
 
 
Agora é tarde,
não adianta o pranto, não chores
lágrimas que nunca derramaste
 
 
Não te arrependas,
aproveita o instante que desejaste
 
 
Agora é tarde,
cicatrizo as feridas por ti abertas
arranco do peito o resto que deixaste
 
 
Não te arrependas,
procura o caminhar que idealizaste
 
 
Agora é tarde,
fica apenas uma leve saudade,
levo comigo os sonhos que sonhei
 
 
Não te arrependas,
esquece o amor que te ofertei
 
 
Agora é tarde,
segue na busca de um novo norte
aqui não mais estarei para te acarinhar
 
 
Não te arrependas,
 vive agora a tua própria sorte
 
 
Agora é tarde,
de mim nunca mais uma palavra
sim, perdeste quem tanto te instigava
 
 
Não te arrependas
este amor somente eu estive a sentir
tu querias apenas alguém para te aplaudir!





Enviado por Luiza Sampaio em 05/07/2008

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor citar a autoria de Luiza Sampaio e o site www.luizasampaio.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras